• O que é Coronavírus?

    É uma família de vírus que pode causar desde resfriados comuns até doenças respiratórias mais graves. Como não existe vacinação específica para os vírus dessa família, eles já foram responsáveis por epidemias nos anos de 2004 (SARS-Síndrome Aguda Respiratória Severa) e 2012 (MERS-Síndrome Respiratória do Oriente Médio).

    Desde 31/12/2019, após descrição de um surto de pneumonia em uma cidade da China, o agente causador foi identificado como SARS-CoV2 e a doença causada por ele foi nomeada COVID-19.

  • Quais são os sintomas do COVID-19?

    Os sintomas mais comuns da doença causada pelo Covid-19 são tosse seca, febre e cansaço. Porém, alguns pacientes podem apresentar dores no corpo, congestionamento nasal, inflamação na garganta e diarreia, o que faz com que o Covid-19 seja confundido com outras viroses mais comuns. As pessoas que merecem maior atenção são aquelas que podem desenvolver dificuldade respiratória aguda e insuficiência renal.

  • Como acontece a transmissão do Coronavírus (SARS-CoV2)?

    Através do contato direto pessoa a pessoa, com secreções de pessoas doentes. As pessoas eliminam essas secreções através de gotículas aéreas geradas na tosse e espirros. As mãos, quando não higienizadas e contaminadas por essas secreções, podem também servir como fonte de disseminação.

  • Como me prevenir contra o COVID-19?

    Higienização das mãos frequente e tosse com etiqueta, ou seja, cobrir o nariz e a boca antes de tossir e espirrar com lenço descartável ou com o antebraço. Restringir viagens no momento também deve ser avaliado, assim como evitar ambientes com grande aglomeração de pessoas. Em caso de você estar apresentando algum sintoma respiratório leve, deve manter-se em casa até a completa resolução dos sintomas.

  • Por que lavar as mãos é tão importante neste momento?

    Superfícies e objetos contaminados por gotículas, ao serem tocados, contaminam as mãos que, em caso de não higienizadas, podem levar esses agentes virais aos olhos, ao nariz e à boca. Portanto, a higienização das mãos funciona como uma barreira de proteção contra doenças infecciosas.

  • Devo usar máscara?

    O uso de máscara é recomendado para quem estiver apresentando os sintomas ou esteja em contato com casos suspeitos. Pessoas que foram viajar para as áreas que apresentam risco de contaminação também devem usar as máscaras, que devem ser descartadas e trocadas a cada duas horas.

  • Como é feito o diagnóstico do Coronavírus?

    O protocolo do Ministério da Saúde consiste em avaliar, primeiramente, se o paciente é suspeito. São considerados fatores de risco:

    • Febre e apresentação de pelo menos um dos sintomas respiratórios.
    • Pessoas que viajaram para áreas de risco nos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sintomas (entraram em contato com alguém que esteve nas áreas de risco).

    Em seguida, caso o paciente seja considerado suspeito, o núcleo de epidemiologia do hospital coleta amostras respiratórias e envia para os laboratórios de referências das autoridades sanitárias estaduais.

  • Como é feito o tratamento para COVID-19?

    Por enquanto, não existe um tratamento específico contra o Covid-19, mas o Ministério da Saúde indica repouso e consumo de bastante água, além de medicamentos para dor e febre para aliviar os sintomas. Também é importante procurar assistência médica em caso de agravamento dos sintomas ou em caso de surgimento de desconforto respiratório ou falta de ar. Por fim, manter-se afastado de suas atividades pelo período que durar a doença.

  • Como proceder se eu já tiver algum procedimento agendado no hospital?

    Seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e órgãos de classe, as consultas, cirurgias e exames eletivos estão suspensos por tempo indeterminado. Os atendimentos de urgência e emergência estão funcionando normalmente, assim como os tratamentos que não podem ser interrompidos, como os oncológicos e a hemodiálise. Reforçamos que os casos suspeitos ou confirmados Covid-19 estão concentrados em área específica, sem contato com os demais pacientes. Informaremos quando os procedimentos eletivos forem retomados.

  • Quais medidas estão sendo tomadas pelo Real Hospital Português?

    Nossa equipe está a postos para gerenciar a situação, utilizando todas as estratégias solicitadas por órgãos nacionais e internacionais para combater o Covid-19. Todos os pacientes que fizeram viagens internacionais estão sendo acompanhados pela Secretaria de Saúde de Pernambuco, examinados e notificados. Além disso, estamos fazendo a higienização frequente dos ambientes coletivos, produzindo conteúdos informativos para a população e disponibilizando álcool em gel em todo o hospital. Não há possibilidade de esgotamento do nosso estoque pois, além de termos um grande armazenamento, contamos com uma farmácia de manipulação interna com capacidade para produzir nosso próprio produto.

  • Estou com suspeita/confirmação de Coronavírus. Como proceder?

    De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 80% dos casos de Coronavírus apresentam sintomas leves. Nesses casos, o ideal é não sair de casa, ficar de repouso e consumir bastante água. Caso seja extremamente essencial sair, deve-se evitar aglomerações e lugares fechados com muitas pessoas e pouca ventilação. Além disso:

    • Use máscaras descartáveis.
    • Cubra o nariz e a boca quando for espirrar. Utilize o antebraço ou um lenço.
    • Use um lenço descartável para higienizar a região nasal.
    • Não compartilhe seus objetos pessoais.
    • Mantenha uma distância mínima de um metro de todas as pessoas.