Falando em saúde

29 dez Aprenda mais sobre varizes

Se não tratada, a doença, provocada por fatores hereditários, de gênero, obesidade e outros, pode levar a complicações como o desenvolvimento de edema nos membros inferiores, das flebites (inflamações nas veias), tromboflebites e úlceras varicosas. A prevenção, no entanto, é feita diariamente, com a aquisição de hábitos simples, desde a prática de atividades físicas regulares, controle do peso até cuidados com o uso de medicamentos e hormônios. Para quem já possui algum indício da doença, é recomendado o uso de meias de compressão elástica, sob orientação médica.

Em situações mais simples a escleroterapia pode resolver o problema. Este procedimento consiste em um tratamento ambulatorial utilizando-se substâncias esclerosantes (ácidos, soluções hipertônicas, espumas ou laser. Em casos mais complexos é necessário realizar um procedimento cirúrgico. Hoje em dia associam-se as técnicas clássicas aos avanços tecnológicos, como a microcirurgia, o laser e a oclusão das varizes com radiofreqüência.

O mais importante é manter uma vida saudável, evitar o sedentarismo e procurar um serviço habilitado ao menor indício do aparecimento de varizes.

Com informações do médico vascular Dr. Walter von Söhsten

Serviço: Clivar (3416.1437)