Falando em saúde

17 out Enxaqueca

A enxaqueca é uma doença crônica causada por alterações nos vasos cranianos que leva a crises de dores de forte intensidade, geralmente em um lado da cabeça com duração de cerca de 4 a 72 h. A doença é desencadeada em pessoas que têm uma pré-disposição genética que as tornam mais sensíveis a fatores ambientais que levam ao aparecimento das crises. São esses fatores: estresse, distúrbios de sono (excesso e falta), alterações hormonais (período menstrual), alimentação (cafeína, queijos amarelos, embutidos, condimentos, vinho tinto, chocolate), consumo de álcool e tabagismo.

Esse tipo de cefaleia primária se caracteriza por ser uma dor pulsátil latejante, normalmente unilateral, que pode ocorrer em qualquer idade, atingindo mais mulheres do que homens. Na grande maioria dos casos há sintomas associados, geralmente, náuseas e vômitos, hipersensibilidade a luz (fotofobia), aos sons (fonofobia) e a odores fortes (osmofobia). Segundo a neurologista Feliciana R. Castelo Branco, alguns pontos são importantes no tratamento da enxaqueca:

- É necessário uma mudança de estilo de vida com prática regular de exercícios; sono adequado, alimentação regular com controle de peso.
 
- Identificação dos fatores desencadeantes para que sejam evitados

- O tratamento das crises álgicas que pode ser feito com vários tipos de medicamentos, desde analgésicos comuns a medicações específicas para enxaqueca (triptanos). É importante ressaltar que o uso abusivo de analgésicos pode agravar o problema. Quando houver vômitos, que impossibilitem a ingestão de analgésicos, é necessário atendimento de urgência para que sejam feitas medicações venosas. 

- Tratamento Profilático - Este tratamento consiste no uso de medicação de forma continuada para diminuir a intensidade e a frequência das crises. Existem vários medicamentos que podem ser usados para este tratamento. A escolha vai depender do perfil de cada paciente e deve ser feito por neurologista em acompanhamento em consultório para que se tenha um melhor controle das crises.