Notícia

20 mai Hospital Português realiza primeira cirurgia robótica em criança do Norte e Nordeste

Hospital Português realiza primeira cirurgia robótica em criança do Norte e Nordeste
Clique na imagem para amplia-la

Procedimento para retirada de uma lesão cística no rim foi realizado numa criança de sete anos

A cirurgia robótica tem se estabelecido como a melhor opção em diversos procedimentos em adultos, principalmente pelo seu caráter minimamente invasivo. Em crianças, dadas as pequenas dimensões do paciente e necessidade de maior treinamento da equipe, a cirurgia robótica vem se desenvolvendo mais lentamente, masconseguindoestabelecer seu lugar. No Brasil, apenas São Paulo e Rio de Janeiro tinham experiência nesses casos. Aprimeira cirurgia robótica em criança do Norte e Nordeste foi realizada, com sucesso, no Real Hospital Português.

O procedimento, uma nefrectomia parcial para retirada de uma lesão cística no rim, foi realizado no último sábado (18/05), num menino de sete anos. Segundo o urologista pediátrico do RHP Adriano Calado, o cisto dobrou de tamanho em um ano, estava comprimindo o rim e provocando dor. "Precisávamos retirar a lesão, preservando integralmente o órgão, por isso a indicação da cirurgia robótica. A precisão dos instrumentos, a magnificação ótica com visão em três dimensões e a ausência da interferência do tremor do cirurgião, entre outros pontos, são benefícios evidentes nesse tipo de caso", explica.

A cirurgia foi capitaneada pelo urologista Carlo Camargo Passerotti (SP), que possui o maior número de casos pediátricos operados no país. Além dele, também participaram do procedimento:  Adriano Calado e Rômulo Vasconcelos (urologistas pediátricos), Sérgio Moraes e Rodrigo Brasileiro (urologistas), Aumério Chagas e Ana Carolina Block Veras como anestesiologistas. Com pouco mais de duas horas de duração, o procedimento transcorreu dentro do previsto e a criança recupera-se bem, tendo recebido alta hospitalar 48 horas após a cirurgia. "No método convencional, o paciente permanece cerca de uma semana internado e leva até 30 dias para retornar às atividades", compara Calado.

Ser o primeiro hospital do Norte/Nordeste a realizar uma cirurgia pediátrica robótica reforça o compromisso pela alta qualidade de atendimento oferecido pelo Real Hospital Português, que atualmente possui o robô Da Vinci Xi, o mais moderno do mundo.  “A possibilidade de ampliar as indicações da cirurgia robótica até para as crianças, agregando benefícios como maior precisão, menores incisões, menor dor pós-operatória e recuperação mais rápida é o mais gratificante”, reforça o urologista pediátricoAdriano Calado.