Notícia

05 mar Mulheres x Doença Renal

Clique na imagem para amplia-la

Hospital Português promove ação no Dia Mundial do Rim, celebrado a 08 de março

No Dia Mundial do Rim, celebrado em 2018 no dia 08 de março, juntamente com o Dia Internacional da Mulher, o Real Hospital Português promove uma ação educativa para pacientes e acompanhantes do Ambulatório de Beneficência Maria Fernanda, das 9h às 11h, com o tema: “Saúde da Mulher – Cuide dos seus Rins”.

A doença renal crônica (DRC) caracteriza-se pela perda progressiva das funções renais em um período de meses a anos. Nas suas fases iniciais não provoca sinais ou sintomas. Pode evoluir para a falência renal, situação clínica capaz de afetar diferentes órgãos e sistemas, com alto risco de mortalidade. É considerada problema de saúde pública mundial. Até 10% da população geral é acometido por algum grau de disfunção renal crônica. Se detectada e tratada precocemente, sua evolução pode ser reduzida ou mesmo controlada, podendo-se assim reduzir seus riscos. Entre suas principais causas, estão a hipertensão arterial e o diabetes.

Estima-se que a DRC acomete cerca de 195 milhões de mulheres em todo o mundo e que seja a oitava causa de morte no sexo feminino, levando a cerca de 600.000 mortes por ano. O risco de desenvolver DRC é no mínimo igual em mulheres e homens, podendo mesmo ser maior em mulheres. Algumas doenças renais, como a nefrite do lúpus e as infecções renais ou pielonefrites, afetam tipicamente as mulheres.

A DRC é considerada um fator de risco para complicações na gestação, tanto para a mãe como para o filho. É comum em gestantes portadoras de DRC a piora da hipertensão e nascimentos prematuros.

O “DIA MUNDIAL DO RIM” é uma campanha mundial desenvolvida pela Sociedade Internacional de Nefrologia que objetiva alertar a população geral sobre a importância dos rins na saúde sobre os riscos associados às doenças renais. Seu principal objetivo é reduzir a frequência e o impacto das doenças renais. É celebrado desde 2006 na segunda quinta feira de março. No Brasil as atividades são estimuladas e orientadas pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) e em nosso Estado pela Regional – Pernambuco.