Notícia

23 ago Real Hospital Português ganha prêmio por restaurar prédio histórico

Real Hospital Português ganha prêmio por restaurar prédio histórico
Clique na imagem para amplia-la

A edificação, no bairro de Santo Antônio, abriga a Escola de Saúde da instituição

O Real Hospital Português de Beneficência em Pernambuco conquistou o primeiro lugar na categoria Acervo Documental e Memória, do 4º Prêmio Ayrton de Almeida Carvalho de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovido pelo Governo do Estado. A premiação é um reconhecimento ao trabalho de restauração do prédio da Escola de Saúde, localizada no bairro de Santo Antônio. A solenidade de entrega ocorreu no Teatro de Santa Isabel, no dia 16 de agosto. O valor do prêmio – R$ 20 mil – será destinado às ações do Ambulatório de Beneficência Maria Fernanda.    

Datada da primeira década do século XX, a edificação teve como ocupação mais famosa o Hotel Recife. Com o tempo, sofreu desgaste, mas manteve sua imponência. Localizado na rua do Imperador Dom Pedro II, o prédio está situado numa região que representa a história do povo pernambucano. Está ao lado do Gabinete Português de Leitura, próximo à Capela Dourada, ao Arquivo Público, ao Palácio do Governo do Estado e ao Teatro de Santa Isabel.

“Com a chegada da Escola de Saúde, não apenas um belíssimo prédio histórico foi restaurado, mas toda a região ganhou vida, com a presença dos alunos e professores da instituição. É nossa contribuição à cidade do Recife e aos seus moradores, uma vez que a educação é o progresso de um povo”, diz o Provedor do Real Hospital Português, Alberto Ferreira da Costa.     

O projeto de recuperação é do arquiteto Waldecy Pinto. A fachada foi recuperada, mantendo as características originais. A estrutura interna do prédio foi reformada, passando a ter cinco pavimentos e 3.177m² de área construída, com salas de aula, laboratórios, auditório e biblioteca. A obra iniciou em janeiro de 2016. O prédio foi inaugurado pelo Provedor Alberto Ferreira da Costa no dia 23 de março de 2018.

A Escola de Saúde entrou em funcionamento no segundo semestre do ano passado, autorizada pela Portaria SEE Nº 5196 de 29/10/2018. Tem como objetivo oferecer cursos técnicos de nível médio na modalidade presencial, visando a formação de profissionais e especialistas e a oferta de extensão do ensino e da pesquisa à comunidade. A Escola de Saúde busca ainda promover o intercâmbio e a cooperação com instituições de ensino e profissionais, com foco no desenvolvimento da educação, da cultura, das ciências e da tecnologia, contribuindo para o fortalecimento da formação humana. Conta, atualmente, com cinco turmas do Curso Técnico em Enfermagem e está com inscrições abertas para duas novas turmas, com início em outubro.