Notícia

16 nov Segunda edição do Nefrofórum acontece nesta sexta e sábado

Clique na imagem para amplia-la

Hospital Português, Hospital das Clínicas e a Mayo Clinic realizam um dos mais importantes encontros de nefrologia do país

O Real Hospital Português e o Hospital das Clínicas promovem, com apoio da Mayo Clinic, serviço de nefrologia número um dos Estados Unidos, a segunda edição do Nefrofórum, dias 17 e 18 de novembro, no Salão de Convenções do RHP. Especialistas internacionais irão comandar o debate sobre as novidades na área da nefrologia geral, do diagnóstico aos mais novos tratamentos.

 “A programação científica de alto nível e o peso dos palestrantes convidados fazem deste evento um dos mais importantes do país”, afirma o nefrologista Frederico Cavalcanti, coordenador médico do evento. Como todos os palestrantes são americanos, vinculados a Mayo Clinic e/ou instituições parceiras, as palestras terão tradução simultânea.

Entre os temas mais palpitantes está a questão do dimorfismo sexual e o risco de doenças crônicas. “Sabe-se, por exemplo, que a doença renal associada à doença cardiovascular é mais presente no homem”, relata Cavalcanti. O assunto será explorado pela nefrologista Deborah Clegg, do Hospital Cedar Sinai em Los Angeles.

Sobre transplantes, o debate será acerca dos procedimentos duplos: rins + pâncreas e rins + fígado. Quando indicar e quais as atualizações e avanços nessa área, com participação dos nefrologistas clínicos da Mayo Clinic Aleksandra Kukla e Hani Wadei.

Outro assunto de destaque será a importância da Cistatina C, considerada hoje um marcador de insuficiência renal ainda mais preciso que a dosagem de creatinina. O tema será abordado pela brasileira, radicada nos Estados Unidos, Maria Alice Willrich.

Edf. Santo Antônio –O evento acontece no mesmo momento em que o Real Hospital Português inicia a operação do Edifício Santo Antônio, onde está instalado o novo Serviço de Nefrologia do RHP. A nova unidade tem capacidade para atender até 630 pacientes, com 110 máquinas. São 10 leitos de UTI dedicados à nefrologia, 33 leitos de enfermaria para pacientes renais, além da ampliação de consultórios e ambulatórios de nefrologia e transplante.